Notícias

  • Armazém do Faz Tudo

    A Junta de Freguesia de São Salvador irá apresentar no próximo sábado, dia 5 de setembro, o projecto “JUNTAr+: Economia Circular em Freguesias”. O projecto que foi apresentado ao Fundo Ambiental terá as portas abertas à comunidade para a sua apresentação nas instalações do Mercado Municipal de ílhavo, pelas 12horas. O programa “JUNTAr+: Economia Circular em Freguesias” será desenvolvido no armazém anexo ao Mercado Municipal de Ílhavo de forma a renovar o espaço, tornando-o acolhedor e disponível a uma camada multigeracional. Este espaço que será alvo de várias modificações internas e externas, sempre focado na economia ambiental, na reutilização e na criação de novos produtos e ferramentas vai albergar o intitulado “Armazém do Faz Tudo, tudo o que possas imaginar, mas sempre a reciclar”, sendo o lema primordial «Recuperar para Circular.» No “Armazém do Faz Tudo”, os materiais e ferramentas obsoletas do quotidiano (roupas, móveis, calçados, batedeiras, berbequins, …) serão armazenados e recuperados numa mega oficina de modo a que passem a ter uma nova vida pelas mãos da comunidade com recursos a vários materiais como madeiras, metais, tecidos e outros. Neste espaço gerido pela Junta de Freguesia de São Salvador, no Município de Ílhavo, haverá ainda lugar para workshops de diferentes vertentes, desde mecânica, costura, artes e grupos de tertúlia direcionados para associações de seniores e jovens, associações recreativas, turismo e para toda a comunidade em geral que pretenda renovar saberes e empreender na arte da renovação e da reciclagem. Este espaço de renovação e criação, que estará de portas abertas a todas as idades e que se destina a todos que o queiram frequentar, contará com o apoio de formadores, consultores, com o apoio da Universidade de Aveiro e do Agrupamento de Escolas de Ílhavo, assim como de IPSS, centros de formação de outras entidades que irão ajudar a desenvolver a vocação de cada cidadão. Para João Campolargo, Presidente da Junta de Freguesia de São Salvador, a criação deste projeto cumpre o objetivo de “conversão das atuais instalações dos armazéns do complexo do Mercado Municipal, propriedade da Câmara Municipal de Ílhavo e sob gestão da Junta de Freguesia, num espaço de estímulo à economia circular. Pretendemos levar este tema da transformação a todos - cidadãos, empresas, universidades, centros de investigação, organizações -, para que sejamos uma freguesia cada vez mais amiga do ambiente e das pessoas, promovendo o desenvolvimento económico, a melhoria das condições de vida e de emprego”. Com o desenvolvimento deste projeto é pretensão dar utilidade a mais espaços e a mais objetos de uso no dia-a-dia que neste momento se vão amontoando nas casas das pessoas. Sendo que o Ecocentro Municipal se encontra na Freguesia de S. Salvador, assim como o projeto Eco-Escolas tem um papel fundamental na educação ambiental para a reciclagem evitando os desperdícios, é de zelar a importância que trazem para a seleção de diferentes materiais que até ao momento ainda não é feita acabando por serem destruídos sem que seja dada uma segunda vida. A Junta de Freguesia de São Salvador preocupa-se com a preservação e conservação ambiental do meio que a envolve e pretende assim que a comunidade que lhe é inerente passe a ter uma responsabilidade ambiental mais firme diminuindo a produção de resíduos e contribuindo para a conceção de produtos que possam ter mais vida além da que primeiramente lhes foi atribuída, passando o produto a circular no mercado durante mais tempo. É também objetivo da Junta de Freguesia de São Salvador educar para que se desenvolva uma economia circular mais sustentável partindo dos mais pequenos e chegando aos mais velhos para que a produção de resíduos seja cada vez mais baixa e os custos imputados às empresas e por consequente à sociedade sejam mais reduzidos. A Junta de Freguesia de São Salvador convida toda a comunidade a estar presente nesta iniciativa mais limpa e neste projeto mais criativo pois só com a participação de todos é possível atingir os objetivos e termos uma sociedade mais limpa. O “Armazém do Faz Tudo”, em que “o que entra velho sai novo ou recondicionado”, tem data prevista de abertura de portas entre dezembro de 2019 e janeiro de 2020.

Info notícia